11 de fevereiro de 2013

[FILME] Defendor


Título Original: Defendor
Lançamento: 2009
Duração: 101 Min.
Direção: Ptere Stebbings


Sinopse: Arthur Poppington (Woody Harrelson), um homem comum que acredita ser um super-herói, tem uma personalidade secreta , á qual diz ser o Defendor.Ele patrulha as ruas da cidade à noite em busca de seu inimigo que é um traficante de drogas e armas a quem ele culpa pela morte de sua mãe.Poppington faz amizade com a prostituta Katerina Debrofkowitz (Kat Dennings).Armado com artilharia não convencional e sem medo de arriscar a própria vida, Defendor prova que qualquer pessoa é capaz de fazer a diferença.



   Defendor é um filme muito difícil de avaliar, muito difícil de dar uma opinião sensata. Tudo porque muitos vão se enganar acerca dele. Pegando o DVD, muitos podem achar que Defendor é um filme de comédia, no estilo de Kick-Ass, mas ai está o engano, Defendor é um drama muito profundo e muito triste.

   Esse filme não é famoso por causa de sua publicidade. Aqui no Brasil ele é vendido como uma comédia, ou seja, está errado, não tem nada de engraçado nesse filme. Eu acredito que Defendor tenha sido um pouco injustiçado, talvez se ele fosse vendido como um drama, ele fosse mais famoso e reconhecido. 
   Esse é mais um daqueles filmes em que o herói é uma pessoa comum, sem poderes e sem dinheiro também. Woody Harrelson interpreta um maluco esquizofrênico que imagina ser um super-herói. O filme tem muitas coisas obscuras, muito drama, um final muito triste e mesmo assim nos ensina muitas coisas. Defendor ensina que não é preciso ter poderes para ser um herói e mostra que não é preciso nascer em outro planeta pra fazer o bem ao próximo. 
   Esse é um filme que eu indico e muito pra todos os leitores. Woody Harrelson está simplesmente fantástico no papel principal, ele carrega o filme nas costas e da um tom de inocência ao personagem. Só assistindo ao filme pra entender. Com certeza muita gente vai se surpreender.

Não esqueçam de comentar ^^


Trailer Legendado do filme






0 comentários:

Postar um comentário