25 de junho de 2013

Ainda não te disse nada - Maurício Gomyde


Autor: Maurício Gomyde
Páginas: 236
Editora:  Porto 71
Ano: 2011

Ninguém mais escreve cartas hoje em dia", Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo.



   Marina é uma garota muito simples, tem 25 anos e é de descendência italiana. Seus pais são padeiros, sendo assim ela passou a vida toda nesse ofício, aprendendo muito.
   Só que trabalhar nesse ramo não era o que Marina queria. Seu grande sonho era ser estilista. Ela decide se mudar para São Paulo, lá começa a trabalhar nos Correios, emprego que consegue graças a um grande amigo de seu Pai. Além desse emprego Marina começa um curso de moda e desenho.
   Um dia ela começa uma discussão com sua colega: Marina dizia que com as tecnologias de hoje ninguém mais manda cartas, que tudo hoje é através de e-mail. Sua amiga, mais velha e antiquada, dizia que ainda se enviava cartas, principalmente as pessoas românticas.
   Um belo dia durante o trabalho, Marina se depara com uma cliente, uma bela jovem ruiva. Essa Jovem leva duas cartas para serrem entregues. Duas semanas depois a mesma jovem leva mais 3 cartas.
Disposta a matar sua curiosidade acerca dessa mulher, Marina encontra essa jovem em uma cafeteria e descobre seu nome era Julia e que ela era uma “Ghost Writer” (Escritor Fantasma). Ou seja, outras pessoas a contratavam para escrever cartas com conteúdos sentimentais. Essas cartas eram enviadas pra seus destinatários e nunca ninguém desconfiava de nada.
   Marina ficou em dúvida sobre o que pensar. Será que isso é certo? Isso não e crime? Não seria um erro enganar as pessoas?
   Um dia Marina intercepta uma carta que não pôde ser enviada. Marina decide entregar pessoalmente e chegando lá descobre que a pessoa pra quem a carta deveria ser entregue, havia morrido. Marina descobre que essa pessoa era a Julia, ou seja, a escritora fantasma.
   Ela leva a carta para sua casa e não se aguentando abre e começa a ler. Marina descobre que era uma carta escrita por um tal de Heitor, um homem velho, romântico e muito apaixonado por sua bela Milena, sua eterna paixão. Marina fica encantada com a carta, fica apaixonada pelas lindas palavras de Heitor e começa a pensar o que seria dele agora que não poderia mais ter uma resposta, já que Julia havia morrido...
   Esse livro me surpreendeu positivamente. Ele tem uma estória linda e cativante que vai te prendendo até o final. Nunca tinha lido nada parecido e isso despertou minha curiosidade para saber o que me aguardava nas próximas páginas. Os personagens são perfeitos, temos a Marina, a principal, uma menina simples que sonha em ser estilista e ainda por cima tem um blog de moda. Temos também suas melhores amigas, Francesca e Thaís, duas personagens hilárias que vão tirar boas gargalhadas dos leitores. Luca é um dos professores do curso de Marina, ambos acabam namorando, mas com o tempo vamos descobrindo sua verdadeira personalidade. Um dos mais engraçados é Otavinho, o vizinho de Marina, ele tem 15 anos e tem uma apaixonite aguda por ela e nunca perde a oportunidade de dar uma cantada grosseira.
   Outro ponto fortíssimo do livro são as cartas, elas são escritas de uma maneira linda e apaixonada. As inúmeras cartas do livro deixam ele ainda mais bonito e mais fácil de ler.

0 comentários:

Postar um comentário