26 de julho de 2013

O Duque e Eu - Julia Quinn


Título original: The Duke and I
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 288

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.

Simon Basset, duque de Hastins, foi um filho muito desejado. Seu pai já estava na casa dos cinquenta anos quando sua esposa, que faleceu ao dar à luz, trouxe ao mundo o tão desejado herdeiro. Mas com o passar dos anos, a alegria do falecido duque esmoreceu, afinal o seu tão desejado herdeiro não era perfeito. Simon até a idade de quatro anos nunca havia dito uma palavra, por esse motivo o seu pai o entregou aos cuidados de sua ama e declarou a todos que seu herdeiro havia falecido.

Contrariando as expectativas do duque, Simon não só falou como também, com o passar dos anos demonstrou ser um homem muito inteligente e sedutor. Suas façanhas começaram a agradar o seu pai que resolveu que já era hora de assumir Simon como seu herdeiro novamente. Diante desse fato ele foge da sociedade e da às costas ao seu pai, fazendo uma grande viagem pelo mundo.

Agora após alguns anos longe da Inglaterra, Simon volta para assumir o ducado. Quando ele se vê no meio da alta temporada londrina, só o que ele pode pensar é que a Índia não é tão terrível assim. Afinal as mães casadoiras e suas filhas o perseguem como cães de caça. Uma dessas mães é a matriarca da numerosa família Bridgerton, que no momento está tentando casar a sua filha Daphne, essa que está em sua terceira temporada.

Daphne é a quarta em uma família de oito filhos, sendo a mais velhas das irmãs Bridgerton. Ela está a procura de um marido mas todos os solteiros elegíveis a veem apenas como uma amiga. Nenhum deles sente um afeto especial por sua pessoa. Mas eis que ela conhece o duque de Hastins, amigo de seu irmão mais velho, Antony.

O duque sabendo de seu problema oferece uma alternativa, fingir que estão comprometidos para que assim os cavalheiros percebam em Daphne uma candidata à esposa. Em contra partida Simon se vê livre das mães casadoiras. Mas o que eles não contavam era que o feitiço virasse contra o feiticeiro. No meio de um plano tão bem pensado surge um problema. O amor.

O Duque e Eu, é sem dúvida um dos melhores livros de romance histórico que eu já li. Julia Quinn tem o dom de fazer a história ser romântica e ao mesmo tempo engraçada. Recomendo com toda a certeza a leitura, tenho certeza que as românticas de plantão não irão se decepcionar.

0 comentários:

Postar um comentário