13 de novembro de 2013

Corações em Fúria - Diana Palmer


Título original: Wyoming Fierce
Autor: Diana Palmer
Edição: 1° edição
Lançamento: 2013
Editora: Harlequin Books Brasil
Coleção: Rainhas do Romance 077
Páginas: 256
Cane Kirk perdeu mais do que o braço na guerra. Ele também arruinou a própria alma em intermináveis batalhas contra demônios internos que o instigavam a desafiar qualquer caubói que cruzasse seu caminho. Não parecia existir uma pessoa capaz de arrebatar sua fúria, a não ser a linda Bodie Mays.





Corações em Fúria é o segundo livro da série "Homens do Wyoming" e traz como protagonistas Cane Kirk e Bolinda "Bodie" Mays. Cane não tem a metade de um dos braços e por esse motivo não acredita que alguma mulher vá se interessar por ele, a não ser que seja por seu dinheiro. Sendo assim, ele vê o amor de Bodie como apenas pena e um modo dela conseguir algum dinheiro. Algo que está completamente fora da realidade.

Bodie desde sempre é apaixonada pelo mais intratável irmão Kirk, para ela, Cane é o homem mais lindo da face da Terra, o sonho de consumo de todas as mulheres. Acreditando que esse amor nunca irá dar em nada, ela se contenta em salvar o seu "príncipe" de brigas em bares e aguentar o seu mau humor. 

Quando o padrasto de Bodie aumenta o valor do aluguel da casa onde ela mora com seu avô, ela se vê sem outra alternativa a não ser recorrer a Cane, para que ele empreste a quantia desejada. Só que tudo dá errado quando Cane a acusa de querer se vender a ele, magoada e sem saber o que fazer Bodie aceita a se submeter as perversões de seu padrasto em troca de salvar a dívida. 

O que dizer? Corações em Fúria traz diversas partes iguais a outros livros da autora, o fato de que somente Bodie pode "resgatar" Cane nos bares, nos lembra "A Noite dos Prazeres" , mocinho sem braço que não se aceita e afoga-se na bebida, Colby Lane "Forasteiro". Apesar de adorar os livro da titia Palmeirão, nessa série eu fiquei bem decepcionada com as histórias. Os mocinhos não chegam nem a ser ogros, como é o normal da autora, eles são apenas "birrentos". As mocinhas, tanto Morie quanto Bodie, se mostram fracas e aceitam as distratações normalmente.

Com isso só posso dizer que esse é apenas mais um livro, para quem é fã da autora, assim como eu, vale a leitura, mas para aqueles que não são muito fã do gênero acho que a leitura se tornará um tanto quanto maçante.




0 comentários:

Postar um comentário