8 de maio de 2014

[Li no Kindle] Lost Boys - Lilian Carmine


Título original: The Lost Boys
Autor: Lilian Carmine
Edição: 01
Ano: 2013
Páginas: 464
Editora: LeYa
Adicione: Skoob
O destino os aproximou. Mas poderá também separará-los? Joey Gray acaba de se mudar para uma pequena e estranha cidade, e está se sentindo um pouco perdida. Até encontrar um garoto misterioso e encantador bem próximo de sua casa. Mas Joey mal suspeita que Tristan Halloway tenha um bom motivo para estar sempre vagando pelo cemitério da cidade...



Recebi o e-book de Lost Boys em parceria com a LeYtoras, estava bastante anciosa para conferir essa história, até porque tinha visto bastante comentários positivos, mas apesar de gostar muito de romances sobrenaturais, Lost Boys não me convenceu. A autora apesar de iniciar a história dando um maior enfoque ao lado sobrenatural, do meio do livro em diante podemos perceber que o enredo se volta muito mais para os problemas adolescentes enfrentados pelos personagens do que o sobrenatural propriamente dito. Para quem começa a ler justamente por ser um romance sobrenatural já tem um enorme balde de água fria, como foi o meu caso.

O livro é narrado em primeira pessoa pela protagonista Joey, uma garota que me encantou desde à primeira página. Ela é uma típica adolescente, com todos aqueles problemas que os mesmos enfrentam, principalmente agora que ela mudou de cidade, mais uma vez, e não tem nenhum amigo apenas uma vizinha idosa com quem ela eventualmente conversa.

Um dia ao ajudar essa vizinha idosa a levar um enorme vaso de flores ao cemitério, Joey acaba conhecendo Tristan, um garoto muito lindo mas com modos de um cavalheiro do velho mundo. Nem preciso dizer que a nossa protagonista caí de amores pelo bonitão.

Entre mais alguns encontros no cemitério, Tristan convida Joey para passar a virada de ano com ele, mas tem um detalhe, a festa será realizada ali, no cemitério. Muito empolgada Joey comparece a festa, mas nada sai como o previsto, primeiro porque ela descobre que Tristan não é nada mais nada menos que um fantasma e segundo, porque ao descobrir isso ela acaba, sem saber, fazendo um feitiço que faz com ele ressurja dos mortos e tenha a sua vida ligada a dela.

A partir daí acredito que a autora perde um pouco o foco e transforma a história que tinha tudo para ser um romance diferente em apenas mais um romance entre adolescentes. Se ela não tivesse colocado em foque no ínicio que o Tristan era um fantasma, eu poderia ter lido todo o livro sem perceber isso. 

Outro ponto que me deixou bem chateada é que, tanto a Joey como a mãe dela, não se impressionaram com o que aconteceu. Um garoto que era um FANTASMA retorna à vida por um FEITIÇO feito pela garota e, tanto ela quanto a mãe, levam numa boa como se isso acontecesse todos os dias. Acredito que um pouco de incredulidade daria um tom mais real ao enredo.

Ao todo posso dizer que é um livro bom, mas não é aquele livro que você lê e aguarda ansiosamente pela continuação, pelo menos ao meu ver. Óbvio que isso depende do gosto de cada pessoa, mas para mim o livro é apenas mediano, a autora tinha em mãos uma ótima premissa mas infelizmente não soube trabalhá-la.


0 comentários:

Postar um comentário