4 de agosto de 2014

Tomando as Rédeas - Jessica Burkhart


Título original: Take The Reins
Autor: Jessica Burkhart
Edição: 01
Ano: 2014
Editora: Fundamento
Páginas: 180
Adicione: Skoob
Sasha é uma menina de 12 anos, igual à maioria das garotas do 7º ano, a não ser pelo seu gosto por cavalos e sua vocação para a montaria. Mas esse talento e sua habilidade em lidar com meninas muito competitivas, capazes de qualquer coisa para vencer, serão colocados à prova! O motivo? A nova escola de Sasha, a Academia Canterwood Crest, é famosa por exigir muito dos seus alunos. E será que, em meio a competições de tirar o sono e a travessuras de meninas más, Sasha encontrará tempo para um menino lindo com cabelo despenteado? Será?! Você vai descobrir ao se deixar levar por essa história!

Esta foi uma rápida, leitura sem desafios. Sasha começa a sua carreira académica na exclusiva Canterwood Crest, uma escola de elite onde espera realizar seu sonho de se tornar uma amazona consumada. A escola tem um programa de equitação altamente competitivo, e Sasha está ansiosa para começar a trabalhar duro e assim aprimorar suas habilidades de equitação. Mas primeiro ela tem que provar que merece seu lugar na equipe, e com a rival Heather e suas seguidoras perseguindo seus passos, não vai ser fácil!

Este livro despertou meu interesse, porque é sobre cavalos. Eu sempre tive o sonho de aprender a cavalgar, mas infelizmente até hoje nem perto de um cavalo eu cheguei. Voltando a Sasha, ela e seu cavalo, Charm, são saltadores.  Sasha e charme são ótimos no que fazem, e Sasha tem sonhos de competir em nível internacional. Isso seria emocionante.

Tomando as Rédeas é uma leitura voltada para um público jovem,e tive alguma dificuldade na leitura pois vários pontos são previsíveis e não despertam a curiosidade do leitor. Heather e suas amigas tem a intenção de tornar a vida de Sasha miserável e fazem de tudo para que Sasha fique em apuros com o treinador de equitação. O que traz à tona mais uma decepção; todos os adultos ou são burros ou ignorantes, ou ambos. Heather gosta de exercer certa pressão psicológica, e Sasha é a vitíma ideal para essas táticas mesquinhas. O Sr. Conner, o treinador de equitação, teria visto táticas de intimidação desse tipo uma centena de vezes no passado, mas para ele isso parece uma novidade, em certos momentos ele parece extremamente surpreso, como se disputas internas na equipe fossem algo completamente novo.

Eu gostei do livro, tanto é que irei solicitar o próximo volume para a editora, mas eu ainda estou um pouco decepcionada, esperava um pouco mais da história. Enfim, gostaria de ter visto mais coisas sobre as competições e menos de Sasha estudando para manter-se em suas aulas. Em suma é uma boa leitura, principalmente para quem curte livros mais infanto.


Cotação:

4 comentários:

  1. Hey!

    Nossa, eu tinha até me interessado pela capa e sinopse, mas até desanimei pelos pontos negativos que você citou, são bem aqueles que me deixam emburrada com um livro, sabe? Mas... Quem sabe não dou uma chance? Se você vai solicitar a continuação, é porque apesar dos pesares há algo de bom aí.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Jéssica,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, já tinha gostado da sinopse e sua resenha mostrou que vale a leitura, mesmo com as ressalvas...abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que pena que o livro decepcionou um pouco, mas a história parece ser boa o suficiente para que tenha solicitado o próximo. Eu gosto de histórias que envolvem cavalos também… Eles são tão sensitivos! E dá para notar que entre ele e quem o cavalga há sempre uma relação difícil de ser entendida pelos espectadores.
    Sobre os adultos serem burros… Ah, essa é uma técnica pobre de escrita que vem apenas retirar do foco aqueles personagens que atrapalhariam o enredo. :/ Pena.
    Mas espero que o próximo volume seja MUITO MELHOR, flor!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir