2 de maio de 2015

A Morte de Sarai - J. A. Redmerski


Título original: Killing Sarai
Autor: J. A. Redmerski
Edição: 01
Ano: 2015
Editora: Suma de Letras
Páginas: 255
Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte. Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo. Em A morte de Sarai, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.

A Morte de Sarai é uma história de amor pouco convencional cheia de ação e que, sem dúvida, irá levar o leitor até o seu limite. Temos como cenário um mundo distorcido onde sequestro, escravidão sexual e assassinato a sangue frio, não causam nenhuma estranheza. O livro é intenso e o desenvolvimento da leitura consegue surpreender o leitor, sem falar que com certeza você vai pegar-se torcendo pelo cara mau, que talvez nem seja tão mau assim.

Sarai tem vivido em reclusão por anos. Sequestrada na tenra idade de quatorze anos e forçada a testemunhar estupros, abusos e assassinatos, ela tem crescido dormente para todos os efeitos que essas barbaridades ocasionam. Sarai, embora também seja abusada, permanece ao lado de seu captor que a vê como uma espécie de "princesa" entre os escravos. Quando Sarai consegue reunir coragem suficiente para fugir, ela acaba caindo direto nos braços de um assassino de sangue frio.

Victor vive para somente uma coisa: matar por dinheiro. Ele é frio, calculista e preciso, mas apesar de tudo isso ele apresenta um lado consciencioso. Victor também exala uma confiança sexy e não tem espaço em sua agenda para um relacionamento, de qualquer espécie. Sarai acaba se mostrando uma grande distração, bem como uma ameaça. Sendo assim, Victor resolve somente usá-la para conseguir vantagem e logo em seguida resolve esquecê-la, só que nem sempre a vida segue o rumo que queremos.

A forma como esses terríveis acontecimentos se desenrolam é muito engenhosa. A autora tem um jeito todo especial de ir soltando esses golpes, o leitor fica na expectativa de qual vai ser o próximo passo de Victor e Sarai, sem falar que a tensão que existe entre eles é muito forte. A história propriamente dita não é uma história de amor, mas a forma com que a autora a executa é linda.

A narrativa é em primeira pessoa, sendo que temos a visão de Sarai e a de Victor. Na maioria das vezes em que leio livros em que temos a visão dos dois protagonistas sempre acabo me decepcionando um pouco, sim por que alguns personagens acabam tornando-se chatos quando vimos a história de sua própria perspectiva e isso quase sempre acontece com personagens masculinos. Mas aqui a autora consegue lidar muito bem com a transição de perspectiva. Victor consegue manter seu fascínio e mistério mesmo quando é revelado através de sua própria perspectiva.

O final deste livro realmente me tirou o fôlego. A história tomou um rumo inesperado, a autora dá um tom mais escuro para a história, e é precisamente isso que fez com que esse se tornasse um dos melhores livros que li até agora. Apesar do final não ser completo, afinal esse é o primeiro volume de uma série, o livro é perfeito. Não vejo a hora de conferir a continuação.


Cotação:

0 comentários:

Postar um comentário