28 de janeiro de 2016

Uma Longa Jornada - Nicholas Sparks


Título original: The Longest Ride
Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2015
Editora: Arqueiro
Páginas: 368
Adicione: Skoob
Aos 91 anos, com problemas de saúde e sozinho no mundo, Ira Levinson sofre um terrível acidente de carro. Enquanto luta para se manter consciente, a imagem de Ruth, sua amada esposa que morreu há nove anos, surge diante dele. Mesmo sabendo que é impossível que ela esteja ali, Ira se agarra a isso e relembra momentos de sua longa vida em comum: o dia em que se conheceram, o casamento, o amor dela pela arte, os dias sombrios da Segunda Guerra e seus efeitos sobre eles e suas famílias. Perto dali, Sophia Danko, uma jovem estudante de história da arte, acompanha a melhor amiga até um rodeio. Lá é assediada pelo ex-namorado e acaba sendo salva por Luke Collins, o caubói que acabou de vencer a competição. Ele e Sophia começam a conversar e logo percebem como é fácil estarem juntos. Luke é completamente diferente dos rapazes privilegiados da faculdade. Ele não mede esforços para ajudar a mãe e salvar a fazenda da família. Aos poucos, Sophia começa a descobrir um novo mundo e percebe que Luke talvez tenha o poder de reescrever o futuro que ela havia planejado. Isso se o terrível segredo que ele guarda não puser tudo a perder. Ira e Ruth. Luke e Sophia. Dois casais de gerações diferentes que o destino cuidará de unir, mostrando que, para além do desespero, da dificuldade e da morte, a força do amor sempre nos guia nesta longa jornada que é a vida
“Uma Longa Jornada”, do autor Nicholas Sparks, é um romance encantador que narra a história de dois casais, Ira e Ruth e Luke e Sophia. As histórias dos quatro se intercalam, começando com a de Ira e sua falecida esposa Ruth e logo após com a de Luke e Sophia, que se passa quatro meses antes do tempo atual. No início parece que as duas histórias não têm nenhuma ligação, mas com o andar da leitura podemos perceber que eles se completam lindamente.

Ira Levinson é um viúvo de 91 anos que acaba de sofrer um acidente e fica preso dentro do seu carro em uma nevasca. Enquanto luta para permanecer vivo, ele revive as memórias de sua falecida esposa Ruth. São nessas reminiscências que podemos perceber que Ira e Ruth possuíam um amor tão forte que nem mesmo a morte poderia separá-los.

Sophia Danko é uma estudante universitária de 21 anos, e Luke Collins é um peão de rodeio que adora a vida no campo. Após ele salvar Sophia de seu ex-namorado os dois começam a desenvolver uma espécie de amizade, mas que com o passar do tempo acaba por se tornar algo a mais. Apesar dos dois estarem apaixonados, ambos percorrem caminhos diferentes e com isso o seu amor é testado.
“Uma Longa Jornada” é uma história sobre o início e o fim da vida com outra pessoa, é sobre lembrar os melhores momentos, e também os não tão bons assim, com a pessoa amada, é sobre fazer sacrifícios por quem a gente ama, seja essa pessoa um namorado ou um parente muito querido.

Apesar da narrativa ter um enfoque maior na história de Luke e Sophia, eu realmente amei a história de Ira. É triste ver a forma como ele se apega as lembranças da esposa para conseguir se manter vivo até o socorro chegar, mas as histórias de sua vida juntos me fez sentir que o verdadeiro amor dura para sempre.

Quanto mais eu lia sobre Ira, mais eu percebia que são as coisas simples da vida que realmente são importantes. Acredito que por isso Ira se tornou um dos meus personagens favoritos. O relacionamento dele com Ruth parecia real, e não um romance de conto de fadas. Em sua história de amor houve altos e baixos, mas tanto Ira quanto Ruth conseguiram driblar as dificuldades e fazer o relacionamento deles dar certo.

Luke e Sophia, assim como Ira e Ruth, têm um amor lindo, mas que acaba ficando abalado pela diferença de pensamentos dos dois. Sophia é universitária, sonha em trabalhar em um museu e é uma garota da cidade grande. Já Luke é um peão de rodeio, vive pela sua fazenda e não tem a mínima pretensão de entrar em um curso superior. A diferença entre esses dois é gritante, mas já dizia o ditado: Os opostos se atraem.

A história de amor de Luke e Sophia é nova e excitante, Nicholas Sparks consegue fazer um balanço perfeito entre o velho e o novo, a maturidade contra a inexperiência. Conforme fui lendo fui percebendo que Ira ia, mesmo sem saber, dando lições para o relacionamento de Sophia e Luke. Cada memória que ele trazia à tona mostrava que ele também foi jovem e que teve que enfrentar muitas dificuldades para chegar aonde chegou. O início de seu relacionamento com Ruth não foi nenhum mar de rosas, mas com muita persistência e amor ele conseguiu achar o seu final feliz.

Esse não é o melhor livro do Sparks, na minha opinião o melhor livro ainda é “A Escolha”, mas este não fica muito atrás. A história flui muito bem, pelo menos depois das 100 primeiras páginas, os personagens são carismáticos e bem construídos. A história mesmo sendo algo ficcional traz um pouco da realidade, eu sentia que Sophia poderia ser uma das tantas universitárias que estão por aí, indecisa pelo futuro, apaixonada por alguém tão diferente dela.

A escrita do Nicholas é impecável, por mais que você não queira se ver envolvido na história é impossível ficar indiferente a ela. A forma com que ele consegue colocar o drama e o romance na medida certa para enfeitiçar o leitor, é algo de outro mundo. Sempre que termino um livro dele eu me pego emocionada e fico por horas martelando a história na minha cabeça, isso é algo que, por mais que eu queira, eu não consigo evitar. É uma coisa maravilhosa e que poucos autores conseguem, manter o leitor preso após o último ponto final é um desafio e tanto, mas Nicholas Sparks consegue.

Para quem procura um romance envolvente e emocionante, Uma Longa Jornada é uma ótima leitura. Para quem tem medo dos livros do Sparks só digo uma coisa: se jogue! Se não for a sua praia, desista, mas não vire a cara para os livros dele antes de ter experimentado.



Cotação:

19 comentários:

  1. Nossa, parece uma história linda. ❤❤❤ Sou dessas que tem medo dos livros do Sparks, mas To pensando em seguir sua dica kkkk.

    Voltamos com o blogbrecebtemente, se quiser da uma passadinha lá vamos amar. :)
    http://estantemineira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro antes do filme sair e com a capa antiga sem ser a do filme sabe?
    Eu sinceramente tenho que confessar que primeiro li Uma Longa Jornada para depois ler o MELHOR e sinceramente tenho que dizer que amei ambos. Me encantei com a escrita do Nicholas Sparks e pretendo ainda conhecer outros livros dele, porque eu estou bastante curiosa com as outras estórias. Eu adorei a sua resenha, porque você abordou o necessário da estória e fiquei até feliz de lembrar um pouco, porque quero até pegar para reler novamente depois. Enfim...Uma resenha muito bem desenvolvida e com um ponto de vista sincero e direto. PARABÉNS! =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-falsiane.html

    ResponderExcluir
  3. Eu e Nicholas Sparks temos uma relação de amor e ódio kkk. Amooo alguns títulos dele, outros acho super meia boca. Mas a verdade é que sempre acabo voltando ao tio Nick e seus romances dramáticos e suspirantes :D Adorei sua resenha e saber que gostou desse, é um dos que quero ler esse ano ainda :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Jéssica,
    Concordo que a escrita do Nicholas é impecável e acho que ele sempre tem o dom de nos fazer amar o que escreve.
    Ainda não li Uma Longa Jornada, mas tenho muita curiosidade de ler, principalmente depois da sua resenha.
    Gostei muito da sua opinião e espero ler em breve esse livro, pois é quase certeza que vou amar.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Jéssica, eu li esse livro fazem alguns meses mas não gostei tanto assim dele, quer dizer gostei sim mas eu estava com muitas expectativas para ler e acabou que não foi tudo o que eu esperava. Você me deixou curiosa com A Escolha, dizendo que é o melhor livro do Nicholas, eu estou com ele aqui , recebi hoje =D não vejo a hora de ler

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu realmente não gosto da escrita de Nicholas Sparks... Eu sei, posso ser um alien. É que não me identifico com estes tipo de romances. Eu gosto de intrigas e tramas de mistérios, terror, policial... coisas leves assim... rsrs... Seu texto, no entanto, está encantador! Você realmente gostou da leitura! ;)
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada do Nicholas Sparks, e na verdade não tenho muita vontade ler. É um pouco de preconceito e confesso isso. Acho todas as capas muito parecidas, as sinopses também. Até essa capa que é baseada no livro, é igual a todas as outras. Aí junta com eu não gostar de romances, pronto, virou isso. Nunca li nada dele. Acredito que sou o único ser do mundo que não gosta, mas enfim. Um dia quem sabe perco esse bode.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? :)
    Não li o livro, mas comecei a ver o filme ontem (ainda não consegui terminar) e já deu para perceber que há várias alterações na adaptação, começando pela maneira como Luke e Sophia se conhecem. Vou ver agora o resto do filme porque estou a adorar a história.
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  9. Oi Jéssica, eu sou suspeita de falar pois amo os livros do Nicholas Sparks, esse foi um dos poucos que não li ainda, apesar de ter ele na minha estante. Eu apenas assisti ao filme e me apaixonei por ele, então tenho certeza que amarei o livro também!

    Beijos

    www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
  10. Aiiii, a história de Ira para mim também foi a melhor, tanto que se não tivesse no filme, para mim nem teria tanta graça. No filme não, no livro porque nem vi o filme ainda.... to pensando no filme. hahahahahaha. No filme muda um pouco. Mas que coisa linda ele ficar vendo a esposa e relembrando tudo e como ficou o final? Gente, foi lindo! Queria um livro só deles!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  11. Uauuu que história de amor linda hein.... fiquei aqui imaginando o final! Apesar de nunca ter lido Nicholas Sparks sua resenha me encantou e me aguçou a vontade de ler esse romance!

    Parabéns pela resenha!

    Bj
    Keyla Vilela - Blog Leituraterapia

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Confesso que não gostei muito desse livro, e nem do filme *-* Achei as partes do Ira tão cansativas que cheguei a pular várias páginas, e olha que gosto muito de romances que se passam em meio a guerras. Gosto dos livros do Nicholas, mas para mim, esse não deu :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Já li tantos livros do Nicholas, mas ultimamente não tenho muito interesse em ler outros dele, mas esse livro parece ser ótimo!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  14. Oi Jessica, tudo bem?
    Esse é um dos poucos livros do sparks que me chama atenção. Acho a história muit boa eu sou louco pra lê-lo

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem?

    Jessica, mesmo achando a sua resenha espetacular, eu não sei se me aventuraria em mais um livro do Nicholas. Juro que tentei ler, mas tio Nick não me conquistou. Eu sempre largava a leitura pela metade, e assim desisti de vez. Quem sabe um dia eu tento novamente, essa sua dica seria ideal.

    Beijos,
    Dai | Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  16. Oi Jéssica, tudo bem?

    Eu li um livro do autor e não consegui me cativar pela história, preferi o filme. Por isso não faço questões de ler o livro dele, preferindo os filmes no lugar... que eu geralmente gosto muito.

    Gosto de livros com histórias paralelas, que em algum momento acabam se intercalando. Os personagens parecem bem construídos, e imagino que o romance de Ira e Ruth deva ser realmente emocionante, ver as boas lembranças que ele tem desse relacionamento... e gosto muito dessa sensação de que um amor pode durar para sempre, mesmo que a pessoa morra. Também gostei de saber que os personagens são reais, passam por dificuldades.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  17. Eu ando meio cansada das histórias do tio Nick...rs acho que de uma certa maneira elas começaram a parecer todas muito iguais, sabe?
    Mesmo assim, a premissa desse me deixa curiosa e pensando em voltar a dar uma chance. Acho que muito da leitura depende do momento que a gente lê, quem sabe agora esteja mais na vibe... sabe que eu curto mais as adaptações dele do que de outros autores? Muitas vezes acho que ele meio que já escreve pensando no filme hehehe
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  18. Eu tenho muita vontade de ler algum livro do Nicholas Sparks, mas ele é conhecido por amar separar os casais no final ou matar um deles e meu coração não aguenta isso. Logo no começo a resenha quando você falou que o Ira Levinson sofreu um acidente e fica preso no carro revivendo as memórias da falecida esposa isso já me deu um apertinho no coração... Eu nem conheço os personagens!
    uahsuahsuahs
    Está vendo como sou mole?

    Blog
    Blog Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  19. Oii! Tudo bom?

    Comecei a ler a resenha com um pé atrás, pois... ODEIO NICHOLAS SPARKS, hahaha. Mas calma, até que eu achei que essa história pudesse ser legal. Afinal, li outros livros dele e achei todos quase a mesma coisa. Mas esse tem uma premissa interessante, já que intercala várias histórias. Amo personagens bem construídos, isso já me atraiu! Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    www.falandoemlivros.com

    ResponderExcluir