5 de fevereiro de 2016

[Parceria] Grupo Editorial Pensamento



Oi, gente!
Depois de tantos "não", eis que fevereiro chegou trazendo notícia boa. O Books and Movies, agora é parceiro do Grupo Editorial Pensamento! Pense em uma blogueira feliz, agora multiplique por 10, é eu estou assim. O Grupo Editoria Pensamento era uma das editoras que eu mais queria fechar parceria, eu adoro o catálogo deles, principalmente o da Jangada. Quero agradecer à editora pela confiança, e, principalmente, a vocês, que estão sempre por aqui dando força. Podem ter certeza que se não fosse por vocês nada disso estaria acontecendo. Então, do fundo do meu coração, o meu mais sincero obrigada! <3




A Editora Pensamento foi fundada em 26 de junho de 1907 por Antônio Olívio Rodrigues, um imigrante português que, de acordo com jornais da época, demonstrava grande interesse por pesquisas psíquicas, obras de filosofia e religiões orientais. O primeiro título publicado, que marcou oficialmente sua fundação, foi Magnetismo Pessoal, de Heitor Durville, o que coloca a editora como pioneira no gênero autoajuda, além de obras sobre esoterismo, cabala, numerologia, yoga e medicina alternativa. Em 1912 foi lançado o Almanaque do Pensamento, que, editado ininterruptamente desde então, atinge hoje vendas acumuladas de mais de 23 milhões de exemplares em 100 anos de publicação.

Alguns títulos do Grupo:

Shulz & Peanuts, de David Michaelis
Charles M. Schulz, o cartunista mais publicado e amado de todos os tempos, é também uma das figuras menos compreendidas da cultura americana. Agora, o aclamado biógrafo David Michaelis nos dá a primeira biografia completa desse artista complexo, generoso, humilde, mas fervorosamente sério, apresentando um homem tão digno de admiração quanto francamente humano. Baseado em anos de pesquisas, incluindo entrevistas exclusivas com os familiares, amigos e colegas de Schulz, acesso aos arquivos do estúdio do cartunista e cartas pessoais e desenhos até então desconhecidos, Schulz & Peanuts é a biografia épica definitiva de um ícone americano e dos inesquecíveis personagens que criou.

Vale das Chamas, de J. Barton Mitchell
Vale das Chamas é o desfecho eletrizante e surpreendente da Saga da Terra Conquistada. Agora, a Torre Partida, o mais famoso marco das Terras Estranhas, não existe mais. Zoe foi sequestrada pelos Confederados e Holt Hawkins e Mira Toombs tentam unir os últimos sobreviventes na luta contra os invasores. Mira sai em busca de Zoey, ao mesmo tempo em que tenta reunir uma frágil coalização de Mercadores do Vento, guerreiros Hélices Brancas e uma facção rebelde dos Confederados, um grupo heterogêneo em que a desconfiança impera. Enquanto isso, Holt viaja com Ravan e Avril, de volta ao lugar para onde jurou que jamais voltaria: o Fausto, a cidade desértica e perigosa do Bando. Ele vai para lá para resolver questões do passado com Tiberius e convencê-lo a lutar contra os Confederados. Tiberius, porém, tem seus próprios problemas para resolver. O Bando vive uma verdadeira guerra civil. Rebeldes tomam uma parte da cidade. Se Holt quer a ajuda do Bando, em troca ele talvez tenha que se aliar ao seu pior inimigo.

Sangue de Dragão, de Rachel Hartman
A guerra começou... Seraphina se vê envolvida na luta pelo poder entre os dragões rebeldes e a corte humana. O segredo cuidadosamente guardado de sua verdadeira identidade - meio-dragão, meia-humana - agora é uma vantagem para ela. Só Seraphina pode unir o reino de Goredd e, para isso, lançará mão de todos os seus recursos. Ela percorre o país em busca dos outros meios-dragões, cujos dons especiais talvez façam a diferença na luta. Mas quanto mais coisas ela descobre, mais percebe que alguém está prejudicando seu plano. Que esperança haverá de promover a paz entre dragões e humanos se um de seus próprios aliados pretende ver ambos os mundos destruídos?

Fronteiras do Universo, de Paul Halpern
Paul Halpern explora, numa linguagem acessível até para quem não conhece o tema, o que a ciência já descobriu e o que espera descobrir em breve a respeito das longínquas extensões do universo. O autor nos faz pensar sobre o lugar que ocupamos no vasto universo, tanto no espaço como no tempo, e nos deixa maravilhados diante dos mistérios da matéria escura, da energia escura, das dimensões extras, dos universos paralelos, e muito mais. Todos os grandes tópicos da cosmologia são explicados num tom conciso e vibrante, fundamentando-os com referências da cultura pop e históricos científicos que prendem a atenção do leitor.

Quer se Ver no Meu Olho?, de Rafael Vitti
Rafael Vitti se declara como Arteiro Poetista. Seus versos, sempre muito musicais, partem de seu peito como borboletas e pousam no branco do papel. Coloridos, graciosos, pungentes, mas, sobretudo, delicados. Eternizam o efêmero da paixão juvenil dando vida a todas as suas indagações. Brinca com os significados como quem manobra o skate ou desenha um caminho na onda. É lúdico, é livre e é, ainda assim, sério. Olhe para onde os olhos dele pousam. Veja com seus olhos. Leia em seu olhar.

0 comentários:

Postar um comentário