1 de fevereiro de 2016

Um Beijo Inesquecível - Julia Quinn


Título original: It's In His Kiss
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Adicione: Skoob
Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente. Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga. Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele. Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples – e de tão complicado – quanto um beijo.

Se você está procurando por uma leitura leve, descontraída e romântica, não procure mais. Um Beijo Inesquecível, o mais recente romance da saga da Família Bridgerton, de Julia Quinn, está cheio de um humor sutil, diálogos espirituosos, e uma inegável química entre os protagonistas. Embora o enredo seja algo comum e um pouco batido nos romances históricos, a história de Gareth e Hyacinth conseguiu me prender do começo ao fim.

Hyacinth Bridgerton já teve três temporadas completas no mercado de matrimônios, e agora, em sua quarta temporada, descobre que todos aqueles bailes, festas e pretendentes, simplesmente deixaram de ser emocionante. Ela ainda encontra prazer nas muitas atividades da alta sociedade, afinal, ela é uma mulher sensata e não poderia reclamar da riqueza e dos privilégios que ela é forçada a suportar. Embora ela seja bem quista e considerada um bom partido para um matrimônio, os homens tendem a pensar em Hyacinth apenas como uma boa amiga. Sempre competitiva e mais inteligente que a maioria, ela não é de desistir de um debate com facilidade ou fingir estupidez, fazendo com que muitos vejam ela como uma pessoa de difícil convivência, alguém que deva ser suportado em poucas doses.

Gareth St. Clair é conhecido pela combinação deliciosa de impropriedade e beleza pecaminosa que poucos, se é que há alguém, conseguem se igualar. Seu pai, o Barão St. Claire, cortou as suas finanças quando Gareth tinha apenas dezoito anos, quando ele recusou um casamento arranjado para salvar as finanças da família. Nesse mesmo dia, o pai de Gareth revelou o porquê de ele odiá-lo tanto: ele não era seu filho, e sim o resultado de um caso de sua mãe. Durante anos Gareth tem desfrutado jogando escândalos no rosto de seu pai, afinal, essa é a forma que ele encontrou de se vingar de todas as maldades do Barão. Agora, depois da morte de seu irmão mais velho e filho legitimo do Barão, Gareth passa a ser o próximo na linha de sucessão do baronato, e seu pai decide fazer uma retaliação, deixar todas as propriedades sem lucro algum. Afinal, qual a melhor vingança um homem amargurado e cruel poderia ter contra um filho bastardo, do que deixar ele cheio de dívidas?

Se tem um personagem secundário que eu amo é Lady Danbury, e aqui nós temos uma overdose dessa personagem maravilhosa. Lady D. é avó de Gareth, e uma grande admiradora de Hyacinth. Com seu jeito nada delicado, Lady Danbury é uma leoa entre as matronas da alta sociedade, sem papas na língua e disposta a zombar de qualquer um, até mesmo dela própria. Hyacinth sente uma enorme empatia por essa dama excêntrica e extremamente franca, sendo assim, todas as terças-feiras ela lê uma história e as duas então passam o tempo a contar piadas e conversar sobre suas vidas. As duas possuem um profundo respeito uma pela outra – o grande sonho de Hyacinth é se tornar uma dama distinta como Lady D., já Lady D. considera Hyacinth a jovem ideal para seu neto.

A história de Hyacinth e Gareth acabou por se tornar uma das minhas favoritas dessa série, os personagens são tão carismáticos e bem construídos que é impossível não cair de amores por eles. Claro, sou suspeita para falar, pois Julia Quinn é uma das minhas autoras favoritas, dela leio até mesmo a lista do supermercado, mas, nesse caso, estou sendo completamente sincera.

Hyacinth e Gareth são engraçados, altamente agradáveis, e vulneráveis - certamente uma grande combinação para um par romântico. Sua interação verbal é o aspecto mais notável dessa história encantadora, romances históricos há muito vêm sendo meu genêro favorito para a leitura, mas recentemente os romances new adults quase que tomaram essa posição. Um Romance Inesquecivel me fez lembrar mais uma vez por que sou apaixonada por romances históricos. Fazia tempo que não lia um romance tão gostoso, com a dose certe de humor, romance e sensualidade. Com certeza essa é uma leitura mais que recomendada, principalmente para os fãs do genêro e da série. 


Cotação:

Série Os Bridgertons
  1. O Duque e Eu
  2. O Visconde que me Amava
  3. Um Perfeito Cavalheiro
  4. Os Segredos de Colin Bridgerton
  5. Para Sir Phillip, com Amor
  6. O Conde Enfeitiçado
  7. Um Beijo Inesquecível
  8. A Caminho do Altar

0 comentários:

Postar um comentário