5 de junho de 2016

Encrenca - Non Pratt


Título original: Trouble
Autor: Non Pratt
Editora: Verus
Páginas: 307
Adicione: Skoob
Quando o colégio inteiro descobre que Hannah Sheppard está grávida, ela tem um verdadeiro colapso. E quem está ao seu lado é Aaron Tyler, um aluno novo e o único garoto que não parece ter segundas intenções em relação a ela. Desejando compensar seus erros do passado, Aaron toma uma difícil decisão: ele se oferece para fingir ser o pai do bebê. E, temendo revelar quem é o verdadeiro pai, Hannah aceita. Encrenca é a história de dois jovens que estendem a mão um para o outro quando todas as demais pessoas parecem lhes dar as costas. Em um período marcado por perdas, arrependimentos e esperança, os dois vão descobrir que nada se compara a encontrar o seu primeiro melhor amigo de verdade. Este livro inteligente, por vezes comovente, por vezes engraçado, mostra que crescer pode ser complicado, mas é assim que se descobre o que realmente importa na vida

Quando todo o ensino médio descobre que Hannah Shepard está grávida, ela tem um pequeno surto, afinal, todos querem saber quem é o pai do bebê da garota problema. Confusa e assustada, Hannah precisa de alguém para estar ao seu lado. Desejando compensar seus próprios erros do passado, Aaron Tyler, um garoto novato, faz o impensável e se oferece para fingir ser o pai do bebê que Hannah espera. E o mais inacreditável nisso tudo, é que Hannah concorda com o plano.

Quando eu solicitei para a editora Verus esse livro, eu estava bem dividida. Por um lado, eu estava muito curiosa com o tema e por outro, sentia um medo terrível de que a autora fizesse um enredo sensacionalista ou fantasioso de mais. No entanto, para a minha grata surpresa, Non Pratt conseguiu escrever uma história que ao mesmo tempo é emocionante e realista. É impossível ficar impassível diante do dilema de Hannah. Sem falar que a leitura é entremeada de momentos de alegria e tristeza, todos os quais acabaram por tornar esse um livro maravilhoso e divertido.

Não vou mentir, logo que iniciei a leitura, Hannah foi uma das personagens que pouco me chamou a atenção, uma garota perturbada, conhecida por todos por seus vários affairs, logo achei que essa seria mais uma personagem estereotipada, mas para minha grande surpresa, com o decorrer da trama pude perceber que ela é muito mais que isso. Ela é uma garota perdida, sem muita compreensão familiar e rodeada por “amigos” que estão mais interessados em pegar do que dar. Claro que, com um tema como esse, é muito difícil não cair no lugar comum, mas a autora consegue contornar muito bem esse pequeno problema e faz com que sua personagem consiga brilhar e encantar o leitor. Já com Aaron foi “amor à primeira lida”, ele é um garoto extremamente fofo, carinhoso, protetor e um amigo leal, e o fato dele ter alguns segredos só acrescenta um ponto a mais em seu charme.

A narrativa é alternada entre Hannah e Aaron, o que faz com que o leitor consiga ver os dois lados da história. Eu sou suspeita para falar, pois amo livros em que temos tanto a perspectiva do personagem masculino quanto do feminino, mas achei a narrativa bem interessante e nada maçante. A autora não se estende em detalhes sem importância, como muitos autores fazem por aí, somente para encher páginas.

No geral, Encrenca é uma leitura agridoce, cheia de personagens cativantes e adoráveis. A trama é realmente interessante e faz com que o leitor mergulhe de cabeça na leitura. Esse é um daqueles livros que você começa e não consegue largar enquanto não ver a última palavra e mesmo assim vai ficar querendo mais. Acho que nem preciso dizer que eu realmente amei esse livro e que, com certeza, daqui para frente irei caçar tudo o que Non Pratt publicar, pois, se todos os seus livros se compararem a Encrenca, vou ter muitas boas leituras pela frente.


Cotação:

22 comentários:

  1. Oi Jéssica, já li vários comentários acerca desse livro e fico muito curiosa em conferir esse enredo. Os personagens devem mesmo ser bem cativantes, e depois de ler seus comentários fiquei ainda mais motivada para conferir. E é bem legal poder conhecer os dois lados da história por meio dos dois personagens. Pretendo ler o mais rápido possível.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Já recebi varia recomendações desse livro porem ainda não sei se vou ler ele, acho legal que tenha gosta porem ele não faz muito o estilo de livros que eu leio, mesmo assim vou coloca-lo na minha lista de leitura, quem sabe eu gosto rs... Obrigado pela dica...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Pela capa do livro, eu deixaria a dica passar fácil, mas sua resenha me deixou mega curiosa em relação a varias coisas. Principalmente sobre o fator de começar a ler e não parar mais. Amo livros que nos escravizam... rs
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Jé... já li algumas resenhas acerca deste livro e tenho interesse em conhecer a história de Hannah... como já comentei em outros blogs, a história me lembra muito aquele filme chamado Juno, vc já viu? Mas imagine, estar grávida na idade escolar e todo mundo te julgar por isso, deve ser um conflito de emoções mesmo. Fico feliz em ler mais uma boa avaliação desta história, assim, vou dar uma chance pra autora e ler outras leituras dela tbm.
    beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá Jéssica,
    Acho a premissa desse livro bem inusitada e diferente. É algo comum, que já aconteceu com muitas pessoas, mas que, até então, não foi apresentada (pelo menos não que eu tenha visto).
    Gostei muito de saber que a personagem não foi estereotipada, ela me pareceu determinada e com pessoas ao seu lado que apenas se interessam por ganhar algo, enfim. Adorei saber que o livro é agridoce e, claro, anotei a dica!
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Já tinha ouvido falar deste livro e me pareceu bem interessante, mas não seria uma leitura que eu faria correndo, pois parece ser uma história bem inusitada e para quebrar preconceitos com estereótipos. Gostei de você citar que o livro é agridoce, é uma definição bem diferente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Estou louca para ler esse livro! Gravidez na adolescência não deve ser fácil e quero ver de pertinho como foi abordado no livro. Gostei de saber que tem vários tons e sentimentos durante a leitura. Gostei muitos das suas impressões. Aumentou minha vontade de ler!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Oi!

    Esse livro é bem fofo né? Ele tem uma premissa bem bacana, abordando um tema que ainda é tabu e gera preconceitos na sociedade. Apesar do livro me lembrar o filme Juno, quero muito conferir e saber mais sobre ele e ver se vou amar o tanto que eu acho que vou haha como você disse, a trama é interessante né? haha

    beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Não é um livro que eu leria, pois não gosto de romances adolescente com todos os seus dramas, mas com certeza é uma história muito bem escrita e com o drama da gravidez na adolescencia bem trabalhado.
    Adorei a indicação!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já tinha lido várias resenhas sobre esse livro, mas nenhuma delas havia me convencido... até ler a sua.
    Eu admito que a premissa do livro é bem legal, mas me lembra o filme Juno (que eu não gosto) e isso me repelia um pouco, rs.
    Você ter falado que o livro possui narrativa alternada (coisa que adoro), que os personagens são cativantes e que a autora não perde tempo em detalhes desnecessários só pra encher linguiça, me convenceu a fazer a leitura dessa obra.
    Espero não me decepcionar e gostar tanto quanto você.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Jéssica, tudo bem?
    Já li várias resenhas sobre Encrenca e a cada uma que leio a minha vontade de também ler esse livro é cada vez maior!
    Eu gostei muito da premissa dessa história, pois curto histórias adolescentes e o tema gravides na adolescente por mais que não seja novidade é algo que ainda causa polêmica.
    Fico feliz que tenha gostado dessa leitura e espero que eu também goste!
    Assim como você eu também gosto quando a alternativa alterna entre os 2 protagonistas, pois conhecemos bem a ambos os personagens.

    Beijos :*
    http://livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi linda,

    Romances nunca me conquistam pela sinopse, mas sua resenha me mostrou que o enredo vai além de um clichê para adolescentes e traz lições valiosas sobre amizade, amor e solidariedade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!! :)

    Nao conhecia mas deixaste-me interessado pelos elogios e pela classificação! :) A historia pareceru-me boa, ainda que nao muito inovadora...

    Quem nao gosta de ler um livro onde adoraremos as personagens e que tem um toque agridoce?? Eu adoro!! :) Esse toque dá sempre um "sabor" especial ao livro, na minha opiniao! :) Ainda bem que gostaste ao ponto de ficares de olho na autora! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  14. Oii Jéssica, tudo bom? Desde o lançamento esse livro vem me chamando bastante atenção, e a sua resenha só conseguiu me deixar ainda mais interessada nessa leitura, que parece bem irreverente. AH, já sei que irei me apaixonar pelo Aaron! :D Essa capa é lindaa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Eu realmente amo quando essas leituras leves e despretensiosas acabam se tornando 5 estrelas acho tão maravilhoso. Eu claramente Leria esse livro. Pelo enredo, pelos personagens, por tudo. E ameeeei sua resenha. Esse livro parece ser só mais um acerto da editora Verus.

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    A editora Verus tem me surpreendido com boas obras, e pelo visto essa não fica de fora. Achei legal o Aaron se passar pelo pai da criança que a Hannah espera, esse foi um ponto que já me chamou atenção. Gosto de narrativas alternadas e principalmente quando a autora não enrola muito nos acontecimentos. Sem dúvidas irei comprar o livro.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  17. Olá Jéssica!
    Não conhecia esse livro e fiquei muito feliz de saber de mais essa dica. A história me pareceu bem envolventes e aborda temas importantes. O bom é que a história não é igual a outras com o mesmo tema e que a escritora soube inovar. Agora fiquei curiosa para saber quem é o pai do filho da Hannah. Só lendo para mim saber.
    Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  18. Oie! Eu vi esse livro entre os lançamentos, no catálogo da editora, mas, como não li a sinopse e nem pesquisei a respeito, acabei por não dar muita atenção. Depois de ler sua resenha, mudei completamente de ideia e agora estou bastante curiosa e ansiosa para conhecer o enredo criado por Non Pratt. Adoro quando um autor pega um assunto que, na maioria das vezes, é um enorme clichê, mas faz um trabalho magnífico a ponto de transformar tudo o que conhecíamos sobre esse assunto. Fico feliz em saber que a autora não decepcionou e espero poder ler em breve a obra. Sua resenha ficou incrível. *-*

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  19. Oiii

    Ahhhh, eu não conheço nada sobre os trabalho do autor,mas claro que posso vir a conhecer,mas não é algo pra agora,mas eu gostei bastante da sua resenha e esta bem explicativa com certeza vale a pena dar uma mega conferida no trabalho do autor.

    bjo bjo
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá

    Já ouvi várias resenhas desse livro, alguns maravilhosos e outros falando coisas pessimas. Vejo que o livro é bem legal e fala de algo que, infelizmente tem acontecido bastante com os adolescentes. Não sei se leria mas achei ele bem iteressante por abordar o tema de forma bem clara.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Gostei da definição "livro agridoce". Eu fiquei um pouco em dúvida sobre dar uma chance ao livro baseada apenas na sinopse que não me agradou muito, mas fiquei levemente curiosa para saber as motivações do mocinho por trás dessa estória de ele aceitar ser pai de um filho que não é seu, meio sem nexo. Mas mesmo você tendo tido uma leitura prazerosa no momento eu não daria uma chance a obra, mas vou ficar de olho em futuros lançamentos da autora.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  22. Parece ser uma história muito fofa. E gravidez na adolescência é sempre um tema relevante, de grande importância. Como é bom quando nos surpreendemos com uma personagem como aconteceu com você em relação à Hannah, né? Isso mostra que a personagem é complexa, que apresenta várias nuances, eu gosto muito disso. Gostei muito da sua resenha, e já anotei a dica.

    Tatiana

    ResponderExcluir